Torcedores do Flamengo anunciaram invasão ao Maracanã em rede social na véspera do jogo

’21 horas vai geral invadir o Maracanã’, dizia uma das postagens. Polícia entrou em confronto com parte do público dentro e fora do estádio antes e depois da partida desta quarta-feira.

Na véspera do jogo entre Flamengo e Independiente no Maracanã, integrantes da Torcida Jovem Fla publicaram mensagens em uma rede social programando a confusão que aconteceu na noite desta quarta-feira (13).

“Vou tentar invadir o maracanã com a jovem, melhor forma.”; “21 horas vai geral invadir o Maracanã”; “Cara, a TJF (Torcida Jovem Fla) vai tumultuar, roubar e invadir de novo, como na Copa do Brasil”; “Maracanã vai virar baile de favela, tropa vai invadir TJF”, diziam as mensagens.

Leia Mais: Flamengo desaponta outra vez e Independiente conquista Copa Sul-americana

A produção da TV Globo procurou a assessoria do Flamengo e o clube disse que irá se posicionar ao longo do dia sobre os episódios ocorridos.

Jogo entre Flamengo x Independiente termina em caso de polícia

Jogo entre Flamengo x Independiente termina em caso de polícia

Maracanã virou praça de guerra

Antes e depois da partida entre Flamengo e Independiente, nesta quarta-feira (13), torcedores promoveram – pelo segundo dia seguido – cenas lamentáveis de violência e vandalismo. A polícia entrou em confronto com parte do público dentro e fora do estádio do Maracanã, na Zona Norte do Rio. Após o empate com o time argentino, o rubro-negro viu escapar o título da Copa Sul-Americana.

Na noite de quarta-feira, cinco torcedores foram presos em flagrante. Todos eles foram levados para o Juizado do Torcedor, que fica num dos acessos ao Maracanã. Ainda durante a madrugada, eles foram ouvidos por um delegado e encaminhados para a audiência de custódia com um juiz. Eles são suspeitos de vários crimes, que vão desde promoção de tumulto até roubo e estelionato. Quatro pessoas tiveram prisão preventiva decretada e uma foi liberada e vai responder em liberdade.

A confusão começou antes mesmo do jogo, quando torcedores do Flamengo agrediram um argentino com socos e jogaram objetos e até um cone no ônibus que trouxe a equipe do Independiente. A situação piorou quando flamenguistas sem ingresso tentaram invadir o estádio, forçando os portões. A Polícia Montada reagiu.

Trens foram depredados

Seis trens da SuperVia foram depredados na noite de quarta-feira (13), após a partida entre Flamengo e Independiente no Maracanã, informou a concessionária. Grupos de torcedores depredaram seis trens dos ramais Santa Cruz, Japeri e Gramacho. Ao todo, 54 janelas e uma luminária foram arrancadas e um visor de TV que foi quebrado. Apenas um dessas composições foi recuperada a tempo de ser utilizada na operação desta quinta-feira (14). As demais precisaram ir para a oficina para a realização de reparos mais complexos.

A SuperVia também registrou danos em quatro estações dos ramais Gramacho, Deodoro e Japeri. Em Corte 8, placas de acrílico, que isolavam a via férrea, foram quebradas. Em Quintino, uma porta de acesso foi danificada a chutes e, em Anchieta, quatro lixeiras foram arrancadas.

A Supervia lamentou a situação que causa prejuízos ao sistema ferroviário e, consequentemente, aos passageiros. “A empresa ressalta que a segurança pública é uma atribuição do governo estadual, que atua por meio dos seus grupamentos militares. Apesar disso, a concessionária apoia o trabalho da PM, realizando operações em dias de jogos e treinando a equipes para monitorar e acionar o policiamento sempre que necessário. Os casos serão registrados em delegacia”, disse a concessionária, em nota.

Fonte: G1

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores

%d blogueiros gostam disto: