Professora é encontrada morta com marcas de violência em residência na Serrinha

Maria Célia Teixeira, de 52 anos, tinha lesões no pescoço e o rosto coberto por uma sacola plástica.

A professora da rede estadual, Maria Célia Teixeira, 52, foi encontrada morta em uma residência do Bairro Serrinha, nesta sexta-feira (01). O corpo da mulher apresentava marcas de violência. A polícia ainda não tem suspeitas de quem cometeu o crime.

Leia Mais: HIV não é sinônimo de aids e tratamento pode garantir vida normal a pacientes

De acordo com a Secretaria de Segurança do Ceará, Maria Célia tinha lesões no pescoço provocadas por objeto perfurante, e o rosto coberto por uma sacola de plástico.

Sindicato lamenta

A Associação dos Professores de Estabelecimentos Oficiais Ceará (Apeoc), sindicato representante da categoria, lançou nota neste sábado (2) lamentando a morte da docente e pedindo promoção da cultura de paz e investimento na Educação e Segurança Pública do estado. “O Sindicato APEOC exige a apuração imediata desta tragédia e a condenação dos culpados, na forma da lei. Aos familiares e amigos da professora Maria Célia Teixeira, deixamos nosso profundo pesar e solidariedade”, diz a nota.

A secretaria lembra que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam ajudar na elucidação do crime. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança, para o (85) 3257-8807, da Divisão de Homicídios, ou ainda para o número (85) 99111-7498, que é o whatsapp da Divisão. O sigilo é garantido.

Fonte: G1

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores

%d blogueiros gostam disto: