Paraíba registra seis ataques a cofres e caixas de bancos em menos de três dias

Casos ocorreram entre terça-feira (12) e quinta-feira (14); um dos locais havia retomado o serviço há 2 dias.

Em menos de três dias, seis ataques foram registrados na Paraíba, entre a última terça-feira (12) e esta quinta-feira (14), contra cofres e caixas eletrônicos. Os casos ocorreram nas cidades de São Miguel de Taipu, Mataraca, Puxinanã, São João do Cariri e até na capital João Pessoa. Em um dos casos, o caixa eletrônico havia retomado o serviço há três dias, depois de já ter sofrido explosão. Em nenhum dos casos houve prisões.

Na terça-feira (12), o primeiro ataque ocorreu em João Pessoa em uma agência no bairro do Bessa. Cinco homens invadiram o banco e violaram um dos caixas eletrônicos usando um maçarico. Segundo a Polícia Militar, três assaltantes trabalharam na violação do caixa enquanto outros dois ficaram do lado de fora vigiando a ação. Os suspeitos levaram dinheiro do local, mas o valor não foi informado.

Leia Mais: Delegado e policiais são presos por envolvimento em facção criminosa durante operação no Ceará

Banco no Bessa foi atacado por assaltantes que usaram maçarico nesta terça-feira (12) (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Banco no Bessa foi atacado por assaltantes que usaram maçarico nesta terça-feira (12) (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

Ainda na terça-feira, já na cidade de São Miguel do Taipu, homens armados explodiram uma agência bancária usada para pagamento de servidores do governo estadual. Não foi informado pela polícia se os suspeitos conseguiram levar algum dinheiro. A agência ficou danificada.

Os ataques registrados na quarta-feira (13) foram registrados na cidade Mataraca onde uma quadrilha atacou uma agência dos Correios e ainda um banco. No momento em que o grupo tentava recolher o dinheiro do banco, uma equipe da Polícia Militar chegou ao local e iniciou um confronto com os suspeitos. A quadrilha fugiu após o confronto pela BR-101.

Os casos mais recentes ocorreram na madrugada desta quinta-feira (14). O primeiro foi por volta de 1h30 (horário local), na cidade de São João do Cariri. Segundo a Polícia Militar, cerca de seis homens que estavam em uma caminhoneta explodiram o único caixa de um banco privado. Nessa ocorrência, depois da explosão os suspeitos foram surpreendidos pela chegada da Polícia Militar. Houve confronto, mas a viatura acabou ficando com o pneu furado na perseguição.

Explosão em Puxinanã comprometeu estrutura da casa de vizinha (Foto: Felipe Vatentim/TV Paraíba)

Explosão em Puxinanã comprometeu estrutura da casa de vizinha (Foto: Felipe Vatentim/TV Paraíba)

Já na cidade de Puxinanã, um grupo fortemente armado explodiu um caixa eletrônico de um correspondente bancário. A explosão foi tão forte que chegou a danificar parte da parede da casa de uma moradora vizinha. A explosão ao caixa em Puxinanã ocorreu três dias após o serviço voltar a funcionar. Havia dois anos que a cidade estava sem o caixa eletrônico depois de uma explosão.

De acordo com o Sindicato dos Bancários da Paraíba, este ano já ocorreram 72 casos de violência contra estabelecimentos bancários no estado. Entre os casos, são 52 explosões, dois assaltos, 13 arrombamentos e cinco tentativas.

Fonte: G1

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores

%d blogueiros gostam disto: