FAB localiza destroços de avião que sumiu com família a bordo

O monomotor está desaparecido desde sábado; tempo chuvoso e mata fechada atrapalham buscas

A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou, em nota, ter encontrado destroços do monomotor modelo Paradise P1, que desapareceu com três pessoas da mesma família no último final de semana, entre Colniza e Juara, no Noroeste de Mato Grosso.

No avião estavam o piloto Leandro Pascoal, sua esposa Franciele Pascoal e o filho de um ano do casal.

De acordo com a Aeronáutica, os destroços foram encontrados por volta das 16h desta terça-feira (12). Ao sobrevoar o local, a equipe conseguiu confirmar que eram efetivamente da aeronave.

Apesar de confirmar ter encontrado os destroços, a nota da FAB não faz nenhuma referência à situação dos ocupantes do avião.

A equipe ainda tenta chegar até o local dos destroços. Mas devido à mata fechada e às condições climáticas da região de Juruena – onde está o avião -, as buscas estão prejudicadas.

“As condições meteorológicas na região são desfavoráveis nesta manhã de quarta-feira (13), prejudicando as decolagens das aeronaves, no entanto, as equipes de resgate da FAB procedem as buscas em solo”, diz trecho da nota da aeronáutica.

A esperança da família Pascoal é de que os três sejam encontrados com vida.

Um helicóptero H-1H, que pertence ao Esquadrão Pelicano da Força Aérea, decolou de Alta Floresta para auxiliar na procura da aeronave.

As buscas foram assumidas pela FAB no último domingo (10).

O caso

A aeronave desapareceu após decolar de uma fazenda em Colniza (1.065 km de Cuiabá) em direção a Juara (690 km da Capital).

No momento em que o avião decolou de Colniza, o tempo era considerado bom e sem nuvens carregadas. Porém, durante o trajeto, o piloto teria passado por uma área em que havia pancadas de chuva.

Logo após o desaparecimento, amigos do piloto chegaram a sobrevoar a região em busca da aeronave. Porém, não foi localizado nenhum indício do avião.

Confira nota da FAB na íntegra

“O Centro de Comunicação Social da Aeronáutica informa que por volta das 16h00 HBV de terça-feira (12/12), a Força Aérea Brasileira (FAB) localizou vestígios que poderiam ser da aeronave de prefixo PU-MMT, acidentada no estado do Mato Grosso no último sábado (09/12).

Tendo em vista que tais vestígios estavam em uma região de mata muito fechada, a solução adotada foi a de se buscar uma área mais descampada na qual foram lançados paraquedistas da FAB, especialistas em resgate. Esses militares saltaram do avião que realizava a busca, no caso um SC-105 Amazonas do 2º/10ºGAV “Esquadrão Pelicano”.

Entretanto, as condições meteorológicas no momento, as características da mata extremamente fechada e o pôr-do-sol impediram que os militares chegassem até o local.

Paralelamente ao lançamento dos paraquedistas, a Força Aérea Brasileira acionou um helicóptero H-1H, também pertencente ao Esquadrão Pelicano, o qual decolou imediatamente de Alta Floresta – MT, local onde encontrava-se em alerta exclusivo para apoiar a operação.

Ao sobrevoar o local, já no final do dia e a baixa altitude, a tripulação do helicóptero conseguiu confirmar que os vestígios eram efetivamente destroços da aeronave de prefixo PU-MMT.

As condições meteorológicas na região são desfavoráveis nesta manhã de quarta-feira (13/12), prejudicando as decolagens das aeronaves, no entanto, as equipes de resgate da FAB procedem as buscas em solo”.

Fonte: Midia News

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores

%d blogueiros gostam disto: