Encontro marcado por rede social termina em morte após discussão

O suspeito do crime, Isaías Paulo de Amorim Neto, de 24 anos, foi preso no último domingo (3)

Um encontro marcado pelo Facebook terminou em homicídio no mês de setembro deste ano. O autor do crime, identificado como Isaías Paulo de Amorim Neto, de 24 anos, foi preso no último domingo (3).

Durante a coletiva que aconteceu ontem (5) na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o delegado Otávio Duarte Vieira Coutinho, da 6ª delegacia da Divisão de Homicídios, disse que o autor do crime e a vítima, identificado como Alex Sandro Lima Ribeiro, de 40 anos, se conheceram através do Facebook. “Alex Sandro fez a solicitação de amizade ao Isaías, e eles marcaram o primeiro encontro em uma lanchonete. A finalidade deles, segundo o autor do crime, era beber e fazer uso de drogas”, explica o delegado. Tal encontro teria acontecido em meados de agosto.

Leia Mais: Motorista é preso com licenciamento adulterado com caneta no Ceará

Já durante o segundo encontro, que aconteceu na casa de Isaías, em setembro, a situação mudou. “Segundo Isaías, no segundo encontro que eles vieram a marcar, a vítima chegou a oferecer dinheiro para manter relações com ele, e ele rejeitou”, explica o delegado. Ainda segundo os relatos do autor, após a rejeição, ambos continuaram bebendo, conversando e fazendo uso de drogas. Em determinado momento, porém, Alex Sandro teria tentado novas investidas.

“O Isaías repudiou a segunda tentativa e eles tiveram um conflito corporal, onde ele conseguiu dominar o Alex Sandro”, explicou o delegado. Mesmo com a vítima imobilizada, Isaías utilizou uma faca para perfurá-lo na região do tórax e do abdômen. Alex Sandro não resistiu aos ferimentos.

Para a Polícia, não houve legítima defesa. “Ele já havia dominado o potencial agressor. Esfaquear o rapaz não justificaria uma legítima defesa, não haveria uma justa agressão”, afirma o delegado Otávio Duarte Vieira.

Denúncias

O corpo foi encontrado na casa do autor. Após o homicídio, Isaías teria abandonado sua residência e fugido para o Município cearense de Mombaça. Depois de retornar a Fortaleza, ele foi acolhido na casa de sua ex-mulher, que, além de estar ciente do crime, foi a responsável por entrar em contato com o advogado que realizará a defesa de Isaías.

A vítima trabalhava como copeiro em uma casa. O autor do crime era pizzaiolo em um restaurante na Capital e não tinha antecedentes criminais.

Isaías Paulo foi preso na Avenida Beira-Mar, próximo ao Mercado dos Peixes, onde estava vendendo ostras. A Polícia recebeu denúncias dos colegas de trabalho do autor, que segundo o delegado Otávio Duarte Vieira, “temiam pelas próprias vidas e sentiam-se ameaçados”. O acusado será indiciado por homicídio pela Polícia Civil.

Fonte: Diário do Nordeste

 

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores

%d blogueiros gostam disto: