Ceará tem 15,2% da população analfabeta, 5º maior índice do país

Incapacidade para ler e escrever atinge mais de 1,3 milhão de cearenses, conforme dados do IBGE.

No Ceará, 15,2% da população é analfabeta, mais que o dobro da taxa do país (7,2%). O Ceará fica também abaixo da média do Nordeste, região em que 14,8% da população é analfabeta. Há 1,34 milhão de pessoas analfabetas no estado.

A taxa de analfabetismo no Ceará é a quinta maior do país, ficando à frente apenas de outros estados do Nordeste: Alagoas (com 19,4% da população analfabeta), Piauí (17,2) e Maranhão (16,7).

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada nesta quinta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Os números são referentes a 2016 e considera apenas pessoas com 15 anos de idade ou mais. A pesquisa mostra também a diferença salarial entre brancos e negros e entre homens e mulheres no Ceará.

Os dados mostram que, quanto mais idade, mais prevalente é o analfabetismo no Ceará; considerando somente a população com 60 anos ou mais, 38,1% dos cearenses não sabem ler ou escrever.

A pesquisa mostra também que, ao contrário dos dados nacionais, no Ceará, há mais homens que mulheres entre a população analfabeta. São 17,9% dos homens analfabetos e 12,7% de mulheres do Ceará.

Analfabetismo por sexo no Ceará
Homens: 58,5 %Mulheres: 41,5 %

Analfabetismo em Fortaleza

Na capital cearense, os números são melhores que a média do estado. O analfabetismo atinge 7,8% da população, um pouco mais da metade do índice estadual, conforme os dados oficiais do IBGE.

A pesquisa mostra também que na capital 9,3% dos homens são analfabetos, e 6,6% das mulheres estão nas mesmas condições.

De acordo com o supervisor de Documentação e Disseminação da Informação da Unidade Estadual do IBGE no Ceará, Hélder Rocha, no estudo observa-se que entre as taxas de analfabetismo, um comportamento similar. Segundo o especialista, os dados apresentaram relação direta com a idade, aumentando à medida que a idade avança até atingir 20,4% entre as pessoas de 60 anos ou mais (país). Isso revela que as gerações mais novas, comparadas com as que lhes precederam são mais instruídas.

“Olhando para o Plano Nacional de Educação – PNE instituído pela Lei n. 13.005,de 25.06.2014, faz projeções de diversas metas e estratégias que devem ser alcançadas em 10 anos. A Meta 9 do PNE, por exemplo, previu a redução da taxa de analfabetismo para 6,5%, vê-se que nosso Ceará não atingiu ainda a meta”, explicou.

2º trimestre de 2016:

Taxa de analfabetismo para pessoas de 15 anos ou mais de idade

  • Alagoas – 19,4% (pessoas que não sabem ler ou escrever 494 mil)
  • Piauí – 17,2% (pessoas que não sabem ler ou escrever 428 mil)
  • Maranhão – 16,7% (pessoas que não sabem ler ou escrever 840 mil)
  • Paraíba – 16,3% ( pessoas que não sabem ler ou escrever 504 mil)
  • Ceará – 15,2% (pessoas que não sabem ler ou escrever 1,05 milhão)
  • Sergipe – 14,7% ( pessoas que não sabem ler ou escrever 260 mil)
  • Rio Grande do Norte – 14,7% ( pessoas que não sabem ler ou escrever 403 mil)
  • Bahia – 13,0% (pessoas que não sabem ler ou escrever 1,5 milhão)
  • Pernambuco – 12,8% ( pessoas que não sabem ler ou escrever 945 mil)

Fonte: IBGE

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores

%d blogueiros gostam disto: